Qual é a rotina do instrumentador cirúrgico odontológico?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

rotina

rotina

A rotina do instrumentador cirúrgico em odontologia é intensa. Intensa e sob muita responsabilidade, já que este profissional é responsável pela realização de um procedimento seguro, tanto para o paciente quanto para toda a equipe odontológica.

O instrumentador cirúrgico em odontologia basicamente cuida dos materiais envolvidos nos procedimentos. Mas estes cuidados vão além do momento em que as cirurgias estão ocorrendo. E quando nos referimos a materiais não estamos nos limitando aos instrumentos utilizados pelos cirurgiões dentistas.

Cuidados com paramentação cirúrgica

Os cuidados terão início com a paramentação cirúrgica do próprio instrumentador e do restante da equipe odontológica. O instrumentador cirúrgico em odontologia deve se certificar se todos estão com a paramentação correta para a intervenção, o que inclui o avental, as luvas, o gorro, os óculos e o propé, quando necessário. Enfim, todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s).

Nas salas de cirurgia, os procedimentos requerem atenção ainda maior já que tanto o avental quanto as luvas devem estar estéreis e ser vestidas dentro da sala de cirurgia, após a higienização das mãos com produtos bactericidas.

Preparo mesa cirúrgica

Antes do início da cirurgia, o instrumentador cirúrgico em odontologia deve se certificar qual o procedimento será realizado. Pois cada procedimento requer diferentes instrumentos a serem utilizados pelo cirurgião dentista.

O procedimento a ser realizado é que definirá os instrumentos que irão compor a mesa cirúrgica. Em casos de procedimentos mais complexos é possível ainda que hajaa necessidade da mesa auxiliar. Um instrumentador cirúrgico experiente saberá quando deve montá-la.

Lembramos que para a montagem da mesa cirúrgica é essencial o conhecimento dos tempos cirúrgicos por parte do instrumentador. Este monta a mesa em quadrantes divididos nas etapas cirúrgicas: exérese, diérese, hemostasia e síntese.

Instrumentar cirurgião dentista durante procedimentos

A montagem da mesa cirúrgica obedece aos critérios e a preferência do cirurgião dentista. Por isso, o trabalho em equipe será essencial para o sucesso do procedimento.

A montagem prévia da mesa já indica a ordem que os instrumentos serão solicitados pelo cirurgião dentista. Mas o instrumentador cirúrgico em odontologia deve ficar atento e acompanhar todos os passos do cirurgião para melhor atendê-lo.

Limpeza, higienização, desinfecção e esterilização na rotina do instrumentador cirúrgico odontológico

Após o uso do material, o instrumentador cirúrgico em odontologia deve proceder com a limpeza de todo o instrumental utilizado. Aqui seus conhecimentos prévios quanto a biossegurança são essenciais.

Os instrumentos devem ser todos limpos. Após isso há a separação dos materiais em críticos, semi-críticos e não-críticos utilizados na cirurgia. É a partir dessa classificação que o instrumentador fará a higienização, a desinfecção ou a esterilização dos materiais.

Devemos destacar ainda que serão todos os materiais que compuseram a mesa cirúrgica e a auxiliar que devem ser limpos e higienizados, mesmo que não tenham sido utilizados no procedimento. Isso porque em contato com os demais, ou até mesmo devido aos aerossóis podem ter sido contaminados.

Neste texto explicamos, de modo geral, a rotina do instrumentador cirúrgico em odontologia. Mas temos que destacar que este profissional tem papel fundamental para o sucesso das intervenções. Sua atuação é primordial para uma rápida recuperação dos pacientes. Estes quanto menos tempo ficarem sob efeito anestésico, mais rápido se recuperarão. Saiba mais em nosso blog.

instrumentador cirúrgico  odontológico

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×