Conheça 4 itens básicos para o preparo da mesa pré-cirúrgia odontológica

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

mesa pré-cirúrgica odontológica

mesa pré-cirúrgica odontológica

A mesa pré-cirúrgica odontológica é uma das responsabilidades do profissional instrumentador. Até pouco tempo esta função da Odontologia era realizada pelo Auxiliar ou pelo Técnico de Saúde Bucal, ASB e TSB. E em casos de procedimentos eram mais complexos, até mesmo por outros cirurgiões dentistas.

Mais recentemente, instituições de ensino vêm oferecendo cursos de formação profissional para qualificar a função. Assim estão surgindo no mercado os instrumentadores cirúrgicos odontológicos. Esses profissionais, capacitados para a função, terão conhecimentos específicos acerca dos procedimentos, tempos e instrumentais cirúrgicos.

O preparo da mesa pré-cirúrgica odontológica também requer estes conhecimentos específicos do instrumentador cirúrgico em Odontologia. A seguir vamos elencar alguns itens básicos desta etapa cirúrgica. Confira:

Conhecimento do tipo da intervenção cirúrgica

Ao compor uma equipe odontológica, o instrumentador cirúrgico deve verificar qual o procedimento será realizado. Esta informação será primordial para a escolha dos equipamentos que irão compor a mesa pré-cirúrgica odontológica.

Importante ressaltar que os instrumentos serão diferenciados conforme a cirurgia a ser realizada. Os profissionais da Odontologia contam com centenas de instrumentos que podem ser utilizados, cada um deles específico para um tipo de procedimento.

Certificação de que os instrumentos estão esterilizados

Na pré-cirurgia odontológica, o instrumentador deve se certificar de que os instrumentos que irão compor a mesa se encontram esterilizados. Os instrumentos são higienizados e esterilizados após a cirurgia odontológica, portanto devem estar totalmente livres de bactérias na pré-cirurgia odontológica.

Isso deve ser feito após o instrumentador ter passado pelo processo da paramentação cirúrgica. Pois, instrumentos esterilizados podem ser contraminados caso a pele do instrumentador não estiver coberta.

O profissional deve se atentar a data em que o instrumental foi esterilizado, já que o processo conta com um prazo de validade de sete dias. Caso esse prazo tenha passado, a esterilização dos instrumentos odontológicos deve ser refeita para se evitar contaminações.

Preparo da mesa pré-cirúrgica odontológica

A separação dos materiais e a averiguação de sua esterilização devem ser seguidas da montagem da mesa pré-cirúrgica odontológica. Aqui, o profissional instrumentador deve usar dos conhecimentos conseguidos em seu curso de formação profissional, já que ele deve dispor os instrumentos de acordo com a ordem de utilização do cirurgião dentista durante o procedimento.

A mesa pré-cirúrgica odontológica é dividida em quadrantes. Instrumentos da diérese, da exérese, da hemostasia e da síntese devem estar corretamente separados. Lembrando que a diérese é o momento de expor o local que sofrerá a intervenção, a exérese é a cirurgia propriamente dita, a hemostasia a contenção do sangramento, e a diérese o fechamento das estruturas.

Uso de materiais auxiliares

Além da disposição correta dos instrumentos no preparo da mesa pré-cirúrgica odontológica, o instrumentador deve separar os materiais auxiliares a serem utilizados pelo cirurgião dentista. Algodão, gazes, fios de sutura e agulhas podem fazer parte dos materiais auxiliares. Para estes materiais pode ser montada uma mesa secundária. Geralmente ela é necessária em procedimentos mais longos, ou mais complexos.

Desde a fase pré-cirúrgica odontológica, o instrumentador conta com uma série de atividades a ser realizadas, importantíssimas para o sucesso da intervenção. Se você quer conhecer as demais funções deste profissional acesse o nosso blog.

ceiaico_imagem_blog

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×