Relação cirurgião X instrumentador cirúrgico em odontologia: 3 dicas para conquistar resultados de sucesso

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Ceaico Relação cirurgião X instrumentador cirúrgico em odontologia 3 dicas para conquistar resultados de sucesso

As equipes cirúrgicas de todos os portes devem estar alinhadas para fazer um bom trabalho. Cirurgiões, anestesistas, instrumentadores, enfermeiros e auxiliares. O resultado de uma cirurgia irá depender de cada um destes profissionais.

Não é somente ao cirurgião que cabe a responsabilidade dos procedimentos. A responsabilidade é compartilhada por todos os profissionais envolvidos. E o sucesso do resultado também.

Em todos os procedimentos, dos pequenos aos de grande porte, o papel do instrumentador cirúrgico em odontologia, como dos demais profissionais de uma equipe, é essencial. O seu comprometimento e organização pode alterar o resultado final das cirurgias.

Pela importância do papel dos profissionais, é imprescindível que a relação do cirurgião com o instrumentador cirúrgico em odontologia seja de extrema confiança. Um bom instrumentador irá passar este sentimento ao médico responsável pela cirurgia.

Já falamos um pouco sobre a relação do cirurgião e do instrumentador, a seguir vamos enumerar algumas dicas para que esta parceria conquiste resultados de sucesso. Vamos a elas:

Conquistando a confiança do cirurgião

Citamos que a confiança é primordial entre os integrantes de uma equipe cirúrgica. Mas como o instrumentador cirúrgico em odontologia pode conquistar a confiança de um cirurgião? A maneira mais simples é cumprir corretamente com seus deveres. A função deste profissional logo nos remete a organização dos instrumentos cirúrgicos, é claro que ela é muito importante, mas não se resume somente a mesa instrumental.

O instrumentador cirúrgico em odontologia inicia seu trabalho com a correta higienização dos equipamentos utilizados. É um dos deveres deste profissional o zelo pela dignidade do cirurgião e de toda a equipe cirúrgica.

Sincronia do cirurgião com o instrumentador cirúrgico em odontologia

Para melhor atender o cirurgião, o instrumentador deve ter um amplo conhecimento de todos os materiais necessários para cada procedimento. Primeiramente ele irá separar o que será utilizado dependendo da cirurgia a ser realizada, e depois munirá o profissional responsável pelo procedimento, a medida que ele necessite.

Para solicitar determinado instrumento, o cirurgião pode pedir conforme o nome de cada um, mas também pode requerer através de gestos. Por isso, os dois profissionais, médico cirurgião e instrumentador cirúrgico em odontologia, devem estar em perfeita sincronia para que não haja confusões.

O instrumentador cirúrgico em odontologia pode reduzir tempo do procedimento

Cumprindo de forma correta e com comprometimento todas as suas funções, o instrumentador cirúrgico em odontologia pode otimizar o tempo de um procedimento. Para os cirurgiões e também para os pacientes, a diminuição do tempo cirúrgico é muito importante. Já que os riscos do procedimento também diminuem com uma cirurgia realizada em menor tempo.

Desta maneira, os pacientes ficam menos tempo sob o efeito das anestesias, o que, conforme os profissionais da saúde, é um fator positivo na recuperação deste paciente. O risco de infecções também é reduzido em cirurgias menores.

Com este post verificamos a importância da atuação do instrumentador cirúrgico em odontologia na realização dos procedimentos. Deste trabalho pode depender o sucesso de um resultado. Com estas dicas, este profissional pode otimizar o seu trabalho e ainda colaborar para manter a saúde e a boa recuperação de pacientes que necessitam passar por cirurgias.

Dúvidas? Deixe o seu comentário e confira mais dicas no nosso blog!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×