Instrumentador cirúrgico em odontologia e auxiliar de instrumentação são o mesmo profissional?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Ceaico Instrumentador cirúrgico em odontologia e auxiliar de instrumentação são o mesmo profissional

A instrumentação cirúrgica em procedimentos tanto da área médica como odontológica é de extrema importância. Profissionais da saúde apontam que o papel do instrumentador é essencial, e pode otimizar o tempo cirúrgico, diminuindo o risco dos pacientes e melhorando sua recuperação. Já que este ficará menos tempo sob o efeito da anestesia.

São os instrumentadores os responsáveis pela organização, bem como a higienização de toda a paramentação cirúrgica. Esses profissionais iniciam seu trabalho antes e o finalizam depois de toda a equipe presente, já que o ambiente deve ficar organizado para a próxima cirurgia.

A verificação de qual o procedimento a ser realizado, o tempo cirúrgico, o material a ser utilizado – e sem desperdícios – além da biossegurança do processo. Todas estas atividades são de responsabilidade do instrumentador.

Neste artigo vamos falar sobre o instrumentador cirúrgico em odontologia e o auxiliar de instrumentação. Você sabe a diferença quanto as suas atuações?

Funções dos profissionais

Não são em todas as cirurgias que a atuação de um auxiliar de instrumentação é necessária. Em procedimentos realizados por cirurgiões dentistas, geralmente o instrumentador cirúrgico em odontologia é o único profissional responsável pela paramentação.

Essa situação pode ser alterada no caso de o instrumentador cirúrgico em odontologia vir a ocupar o lugar do segundo cirurgião. Isso pode ocorrer em cirurgias avançadas de enxerto, traumas faciais, cirurgias ortognáticas, remoção de tumores e grandes reabilitações com implantes, por exemplo.

Nesse caso, as cirurgias odontológicas podem necessitar de um auxiliar de instrumentação para proceder junto à mesa cirúrgica. De outra forma, a função do auxiliar é organizacional. Instrumentais e limpeza dos mesmos, além da manutenção da mesa cirúrgica.

Auxiliar é mais comum na área médica

A função do auxiliar de instrumentação é mais comum na área médica. Pois em cirurgias mais complexas, como as cardíacas, por exemplo, há equipamentos específicos que necessitam de uma pessoa envolvida exclusivamente para sua manipulação. Esta função seria a do auxiliar, enquanto o instrumentador fica responsável pela mesa cirúrgica.

Também há casos de o auxiliar gerir o material que já foi utilizado. Em casos de cirurgias que demandam mais tempo. O descarte de gazes, compressas e fios de sutura está entre suas atividades.

Instrumentador cirúrgico em odontologia pode atuar como auxiliar

A formação do instrumentador cirúrgico em odontologia é a mesma do auxiliar. Portanto o mesmo profissional que atua como instrumentador pode vir a exercer a função de auxiliar em algum outro procedimento, se necessário.

Ao realizar um curso de formação no auxílio a instrumentação cirúrgica odontológica, o profissional sairá apto a acompanhar e instrumentar todos os tipos de cirurgias, em se tratando de saúde bucal. Mas fique atento ao curso escolhido.

Algumas instituições oferecem cursos rápidos, que não formam profissionais para cirurgias mais complexas. Escolha aqueles que ofereçam uma formação completa, para que você possa atuar como instrumentador cirúrgico em odontologia em todos os tipos de intervenções, desde as cirurgias menores até as buco maxilares.

Vimos neste artigo que o instrumentador cirúrgico em odontologia pode ser sim o mesmo profissional que atua como auxiliar de instrumentação. Isso só irá depender da necessidade das intervenções e do cirurgião dentista responsável. Sua formação pode ser a mais completa. Basta pesquisar.

Quer saber mais sobre a atuação profissional do instrumentador cirúrgico em odontologia. Acesse o nosso blog!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×