Instrumentação cirúrgica em odontologia: Como procurar por estágio?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

instrumentação cirúrgica em odontologia

Ceaico Como procurar por oportunidades de estágio ao estudar instrumentação cirúrgica em odontologia

Há diversos cursos, sejam eles técnicos ou de formação, que necessitam de um período de estágio para serem finalizados. Isso porque necessitam de uma vivência na área escolhida para contar com a prática das profissões.

O curso de instrumentação cirúrgica em odontologia não apresenta essa obrigatoriedade, já que para atuar como profissional da área ele deve ter amplo conhecimento dos processos cirúrgicos e toda sua paramentação. O estágio, por meio da vivência profissional, não é possível e nem recomendado, já que envolverá atuação em procedimentos cirúrgicos.

Para esta atuação o profissional deve estar apto em sua função, que é essencial para o resultado de cirurgias, das mais simples às mais complexas. Mas se não há estágio como o profissional contará com a vivência na área? Neste artigo vamos dar algumas dicas de como procurar oportunidades, sem que o ‘estagiário’ esteja envolvido diretamente com a instrumentação cirúrgica em odontologia. E assim obter um pouco de experiência.

Indicação do curso de instrumentação cirúrgica em odontologia

Alguns cursos de formação em instrumentação cirúrgica em odontologia indicam a seus alunos o acompanhamento de processos cirúrgicos. O aluno poderá acompanhar o trabalho do cirurgião dentista e também do instrumentador.

Essa indicação é feita por meio de uma carta de recomendação da própria instituição que oferece o curso. Isso para facilitar a entrada do estagiário em ambientes cirúrgicos, seja ele ambulatorial ou hospitalar.

Atuando em sua própria equipe

Para aqueles profissionais que já atuam em contato direto com equipes odontológicas, como é o caso do Auxiliar de Saúde Bucal (ASB) e do Técnico de Saúde Bucal, esse estágio como acompanhamento será ainda mais facilitado, já que poderão participar de procedimentos de sua própria equipe. Além disso, o contato com os materiais odontológicos também é de mais fácil acesso.

A tecnologia permite o conhecimento prévio de toda a paramentação cirúrgica, por meio de videoaulas, palestras e até mesmo vídeos de procedimentos, mas o contato em si é muito importante para os instrumentadores.

Outros profissionais que buscam a instrumentação cirúrgica em odontologia são os auxiliares e técnicos de enfermagem. Para eles o acompanhamento de cirurgias também é facilitado, já que, muitas vezes, têm os hospitais como locais de trabalho. E é nos hospitais que ocorrem as intervenções odontológicas mais complexas.

Procure por oportunidades

Para aqueles profissionais que não contam com este acesso facilitado, a carta de recomendação da instituição que o curso de instrumentação cirúrgica em odontologia oferece poderá ser a porta de entrada dos futuros profissionais. Ainda mais se a instituição foi de confiança.

Fique atento. Algumas podem garantir boas oportunidades de trabalho, já que contam com certificações de instituições de qualidade na área odontológica.

Com esse material em mãos não hesite em procurar profissionais que aceitem você a princípio como expectador. Quem sabe se de expectador você não se transforme em instrumentador para este dentista que lhe deu a primeira oportunidade. Mostrar atitude é o primeiro passo de um bom profissional.

Mesmo com um estágio diferenciado, há possibilidade de conhecer in loco procedimentos e materiais utilizados para a instrumentação cirúrgica em odontologia. A iniciativa pode fazer a diferença nesses casos, já que os cursos na área não contam com a obrigatoriedade de estágio para sua conclusão. Para saber mais sobre a instrumentação e cursos acesse o nosso blog.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×