5 dicas para o instrumentador cirúrgico odontológico manter os materiais em bom estado

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

instrumentador cirúrgico odontológico

instrumentador cirúrgico odontológico

A manutenção dos materiais utilizados nas cirurgias é de responsabilidade do instrumentador cirúrgico odontológico. É este profissional que deve separar os materiais que serão utilizados pelos cirurgiões-dentistas durante as intervenções, entrega-los na hora certa e também cuidar da higienização e esterilização dos equipamentos que podem ser reutilizados após o término das cirurgias.

Mas a função do não termina por aí. O acondicionamento dos instrumentos e materiais utilizados pelos cirurgiões-dentistas também está entre as suas responsabilidades.

Enquanto os materiais não estão sendo utilizados em procedimentos cirúrgicos, eles devem ser mantidos e acondicionados corretamente, sob o risco de perder sua vida útil em pouco tempo. Por isso vamos enumerar algumas dicas para ajudar nesta função do instrumentador cirúrgico odontológico. Acompanhe:

Limpeza da maneira correta

A primeira questão que o instrumentador cirúrgico odontológico deve se atentar é a maneira adequada de realizar a limpeza dos materiais que foram utilizados. Não há como acondicionar corretamente se os objetos em questão não estiverem limpos.

Além de uma boa manutenção, a higienização garante que não ocorram transmissões cruzadas devido aos materiais contaminados durante os procedimentos cirúrgicos. E consequentemente a transmissão de doenças entre profissionais da equipe odontológica e pacientes devido ao uso de equipamentos contaminados.

Para realizar a limpeza, o instrumentador cirúrgico odontológico deve utilizar equipamentos de proteção, como luvas, aventais e óculos. Também há a questão da separação dos materiais, os não críticos, os críticos e os semi-críticos, e sua limpeza ou esterilização deve ser adequada a sua classificação.

Sem a limpeza adequada, e logo após o seu uso, sujeiras podem aderir aos materiais e instrumentos odontológicos e encrostar. O que acarreta na corrosão dos equipamentos, e, consequente, sua inutilização.

Instrumentador cirúrgico odontológico deve atentar-se ao tipo de material do instrumento

Os tipos de materiais utilizados para a produção dos instrumentos também deve ser observado pelo instrumentador cirúrgico odontológico. Isso porque alguns materiais não poderão ser limpos com produtos de limpeza ou desinfectantes para que não haja o risco de os instrumentos enferrujarem e ficarem inutilizáveis.

Portanto, os instrumentos devem ser separados pelo tipo de material que foi produzido. Aqueles que contêm mais partes devem ser desmontados e limpos também conforme os materiais.

Geralmente as indicações de limpeza são especificadas pelos fabricantes dos materiais utilizados pelos cirurgiões-dentistas. Aço inoxidável, titânio, plástico ou alumínio. Cada uma das peças terá uma maneira específica de limpeza e manutenção.

Para a limpeza e retirada da sujeira proveniente das cirurgias, é necessária a utilização de escovas ou panos macios. Não é recomendada a utilização de escovas metálicas para que os instrumentos não sejam danificados.

Armazenamento em local seco

Materiais secos e limpos devem ser armazenados também em locais secos. A umidade pode deixar os instrumentos cirúrgicos novamente contaminados. Locais secos e livres de poeiras. Os materiais devem permanecer embalados após a desinfecção e esterilização.

Instrumentos de corte tem tempo de uso menor

Instrumentos de corte geralmente apresentam tempo menor de uso. Isso porque eles devem continuar garantindo suas funções durante uma cirurgia odontológica. O instrumentador cirúrgico odontológico deve se atentar as especificações de cada produto e marcar o uso de cada instrumento.

Inspecione os materiais

O instrumentador cirúrgico odontológico deve realizar frequentemente a inspeção de todos os materiais que serão utilizados pelo cirurgião-dentista. Sinais de contaminação, corrosão ou desgaste não podem passar despercebidos.

Os cuidados com os instrumentos são essenciais para manter a sua vida útil. Mas uma boa manutenção não quer dizer que os instrumentos servirão para sempre. As indicações dos fabricantes devem ser respeitadas para que as cirurgias sejam sempre seguras. Saiba mais sobre as funções do instrumentador cirúrgico odontológico em nosso blog.

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×