Curso técnico e curso de formação: existem diferenças entre eles?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Ceaico Curso técnico e curso de formação existem diferenças entre eles

Existem diversas formas de se qualificar para o mercado de trabalho. A graduação pode ser a mais ‘sonhada’ qualificação entre os estudantes. Ao cursar Universidades gabaritadas estes avaliam que as chances por boas colocações serão melhores. Há algum tempo até que poderia ser a única possibilidade, mas hoje não é tanto assim.

Economistas apontam uma série de trabalhos que garantem uma boa renda ao final do mês e sem a necessidade de cursar universidades. E eles são diversos.

Além dos cursos de graduação, os cursos técnicos e de formação podem oportunizar boas carreiras profissionais. E demandam um menor investimento e um menor tempo para finalizá-los. Mas o que diferencia um curso técnico de um curso de formação? A seguir vamos lhe explicar. Confira:

De estudante para o setor produtivo

Os cursos técnicos preparam as pessoas para uma área específica de atuação. Os estudantes podem sair do curso técnico diretamente para o mercado de trabalho. Essa modalidade é muito focada na prática para que o estudante possa encarar a sua área de formação, e seguir direto para o setor produtivo.

Por ter esta característica da prática profissional é que o curso técnico demanda menos tempo que as universidades por exemplo. Já que elas abordam a teoria, podem formar, além de profissionais, pesquisadores.

Modalidades do curso técnico

Há ainda diferentes modalidades de cursos técnicos. Ele pode ser integrado com o ensino médio, ou ser feito após sua conclusão. Sendo chamado de curso técnico profissionalizante.

Há ainda a possibilidade de o aluno realizar um curso técnico durante o Ensino Médio. Mas para isso ele deve estar no 2º ano do Ensino Médio.

Curso de Formação

Os cursos de formação não exigem necessariamente o ensino médio para serem realizados. Eles podem ser feitos a qualquer momento para aprofundar conhecimento sobre algum tema. Pode ser feito, inclusive, por pessoas que já concluíram sua graduação e pretendem se destacar em determinada área.

Geralmente os cursos de formação demandam um tempo menor que os cursos técnicos. Eles podem ser enquadrados como os cursos livres.

Qual garante diploma

Enquanto o curso técnico garante diploma para quem o finaliza, o curso de formação irá oferecer um certificado de conclusão. É claro que os dois farão diferença no currículo de um profissional.

No entanto, nenhum é independente do outro. Pode-se finalizar o curso técnico, por exemplo, e partir para um de formação para dar um up grade no currículo e conseguir um diferencial no mercado de trabalho.

Carga horária diferenciada

Enquanto que o curso técnico tem uma carga horária pré-definida para garantir diploma profissional, o curso de formação terá seu tempo definido pela instituição ofertante. Este tempo irá depender da abordagem e do aprofundamento do curso.

Áreas abordadas

Além da carga horária, o curso técnico deve estar enquadrado dentro dos eixos técnicos definido pelo Ministério da Educação, e ter autorização do órgão para formar profissionais. Já os cursos de formação, como já apontamos, são livres e podem abordar qualquer temática.

Como destacamos, há sim algumas diferenças entre os cursos técnicos e os de formação. Mas os dois irão propiciar novos conhecimentos e oportunidades no mercado de trabalho. Verifique qual é a melhor opção em sua área e vá em frente!

Acesse o nosso blog para obter mais informações sobre cursos técnicos. E não esqueça de assinar nossa newsletter.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×